Tipos de Companhias: Descubra Suas Características

Muitas pessoas desconhecem, mas existem inúmeros tipos de companhias listadas no mercado da bolsa de valores.

Um exemplo são as ações de empresas cíclicas que, em determinados períodos de maior consumo ou de aumento de renda da população, apresentam um desempenho mais elevado.

Muitos investidores perdem dinheiro todos os dias por deixarem de observar tais pontos e “trocarem a mão” de seus investimentos.

No artigo de hoje iremos tratar sobre os diferentes tipos de companhias existentes e suas principais características:


Companhias de Crescimento Lento:

Companhias grandes, que passaram da fase de amadurecimento  e que possuem um crescimento um pouco maior do que o PIB.

Características: pagam bons dividendos, Lucros estáveis e pouco aumento de preço.

O que observar: Quando a companhia está perdendo poder de mercado, quando não existem produtos novos, quando a companhia aumenta suas dívidas, quando ocorre a diminuição do dividend yield (DY).


Companhias Robustas:

Grandes empresas que crescem um pouco acima das empresas de crescimento lento.

Características: preferidas por grandes investidores. Peter Lynch Procura por um retorno de 30 a 50 % em uma empresa Robusta.

O que observar: cuidar quando não possuem produtos novos ou de sucesso e atentar quando tiver um alto P/L.


Companhias de Crescimento Rápido:

As empresas de Crescimento Rápido não tem que estar necessariamente em um Grupo Industrial de Crescimento e são compostas, geralmente, por empresas classificadas como middle.

Características: crescimento de 20-25% ao ano, múltiplas (dobram um investimento 10 vezes, possibilitando altos ganhos).

O que observar: cuidar quando o crescimento diminuir e o lucro cair, quando todos os analistas falarem do papel ou quando o diretor aparecer na capa de revistas. Talvez seja a hora de vender.


Companhias Cíclicas:

As empresas cíclicas são empresas que as vendas e lucros sobem e descem em intervalos regulares.

Características: são empresas mais arriscadas que as robustas sendo que o “timing” é o mais importante.

O que observar: atentar quando os estoques estiverem aumentando. Pode ser um indicativo de problemas.


Companhias Turnarounds:

Características: companhias que enfrentam (ou enfrentaram) algum tipo de problema e estão se reestruturando para maximizar o valor do acionista.

O que observar: atentar para quando as dívidas começarem a aumentar, quando os estoques começarem a aumentar ou quando o P/L for grande em relação ao crescimento.


Companhias Ricas em Ativos:

Características: normalmente estão fundamentadas em ativos que quase ninguém presta atenção.

O que observar: atentar para quando os ativos estiverem sendo “saqueados”, quando ocorrer uma venda de um ativo por um valor reduzido ou quando os papéis estiverem concentrados na mão de instituições.


Tipos de Companhias – Conclusão:

Inegavelmente existem setores que apresentam maiores e menores riscos aos acionistas, cabendo a cada investidor avaliar quais os prós e os contras de cada tipo de investimento.

Para finalizar, convidamos todos nossos leitores a assistirem a uma palestra online e gratuita que irá auxiliar vocês a escolher as melhores ações da bolsa em menos de 05 minutos.

Para assistir a palestra, clique no link abaixo:

Palestra Online e Gratuita: Selecionando Ações em 05 Minutos

Tipos de Companhias